Caro Pierotto Brazilian Music

Brazilian Singer based out of Los Angeles that fuses Bossa Nova with World Music. Book now!

A Força do Perdão

Alguns dias atrás eu tive uma experiência com um amigo que por cause de uma pergunta acabamos tendo uma conversa super longa e profunda. Acontecimentos que ja estavam no passado foram desenterradas e trazidas de volta para o presente. Desentendimentos que eu acreditava que estavam resolvidos, se pronunciaram latentes. E apesar de eu já ter me desculpado anteriormente pelos meus atos, eu acabei descobrindo que não havia sido suficiente.

Então me recorreu a questão, como que se reabilita de um ato que tenha machucado alguém? Pedir desculpas na realidade não altera o estrago feito. Uma fez que se machuca alguém está feito. Eu não me sinto nem um pouco orgulhosa dos meus atos passados. Mas acontece que na época que o fato aconteceu, eu estava tão presente como hoje e não me dei conta de como minhas decisões estavam machucando outra pessoa. Eu acreditava que estava fazendo a coisa certa. 

Por quê eu agi daquela maneira? Talvez por ser muito nova ainda? Imaturidade? Só me preocupava comigo mesma? Não sei exatamente o porque. Mas na realidade nenhuma dessas perguntas importam, porque o que está feito está feito.

Por algum tempo eu vivi nesse meio de campo, revivendo o passado, me arrependendo, me perguntando, por quê isso? Por quê aquilo? Me penalizando e boicotando. Até que me dei conta de que para que eu pudesse responder essas pergunta eu teria que me perdoar. Não só me perdoar mas como também precisaria me aceitar do jeito que sou, incluindo os erros que cometi. Eles agora fazem parte de mim, da minha história. Eu precisaria fazer as pazes comigo mesma para poder realmente poder mover pra frente.

Eu deveria me sentir orgulhosa desses erros. Porque eles aconteceram daquela jeito, eu agora posso ver outras maneiras de como eu poderia ter lidado com a mesmo situação. E por causa disso, agora quando me deparar com situações similares, talvez eu consiga agir diferente de como eu agi no passado.

Quando eu falei tudo isso que acabei de mencionar para o meu amigo, eu senti um tom diferente na voz dele, talvez um começo de perdão.

Todos somos iguais. Naquela vez fui eu, mas daqui um dia vai ser ele. E assim será pra todos nós durante nossas jornadas.

O que é legal de se dar conta é que de que tudo começa dentro da agente. Quando ele se deu conta de que eu havia me perdoado por tê-lo machucado, ele foi capaz de entender de que só ele estava carregando aquela dor dentro dele. Foi então que ele compreendeu que ele teria que se perdoar por ter me permito machucár-lo.

Tudo está dentro de nós mesmos. Tudo que vemos é uma reflexão de como nos sentimos por dentro. 

Através do perdão podemos mover pra frente em nossas vidas, sem nada nos prendendo ao passado. O passado serve simplesmente para nos ensinar licōes. O momento real está acontecendo agora. 

Então tome controle do seus sentimos e seja seu próprio herói. Salve-se e crie a vida que você merece, livre-se de sentimentos de culpa e ressentimentos. Seja seu melhor a cada dia que passa e o resto será consequência. Plante que você colherá.

Com Amor e Gratidão,

Caro :)