Caro Pierotto Brazilian Music

Brazilian Singer based out of Los Angeles that fuses Bossa Nova with World Music. Book now!

Eu sou eu

A vida vai se desenrolando em minha frente e é super fácil  esquecer o quão afortunada sou. Dias vêm após noites, noites após dias, e todas as barreiras que tive que vencer para estar onde estou, agora parecem meros contos do passado.

Recentemente, eu testei para ser a Cantora e cara deste projeto. Era um projeto com a estrutura perfeita para o sucesso. Eles queriam uma mulher que cantasse de uma certa maneira e tivesse uma certa personalidade. Parecia uma ótima oportunidade, como uma que eu estava esperando. Infelizmente, ou felizmente, eu não peguei o papel.

Primeiramente eu fiquei triste. Nunca é legal ser julgada e ouvir te dizerem todas as coisas ‘erradas’ que você faz quando canta, mesmo que seja por alguém que conheça o business. Fiquei um tanto pra baixo por um minuto, não vou negar. Afinal, eu tinha dado meu melhor. Eu aprendi as músicas, eu doei meu tempo e minha energia. E mesmo que eu não tenha me conectado com as canções, ao menos não como me conecto com as minhas, eu nunca espero o fracasso, sempre espero o sucesso.

Mas dessa vez, o meu tudo não foi o suficiente. Mas é claro que não! Não sou aquela mulher que eles estavam procurando. Eu sou eu! Acabei me dando conta de que o fato de eu não ser boa o suficiente para o que eles estavam procurando, era simplesmente uma opinião; e eles têm direito à sua própria opinião.

Estou super grata de ter sido analisada por pessoas tão profissionais do mundo da Música. Foi uma ótima lição. Foi também um grande lembrete do quanto eu lutei para estar aqui neste momento de minha vida; do quanto eu lutei e luto para ser quem eu sou.

Eu não sou um produto de nenhum projeto. Sou uma Artista. Eu me fiz. Me auto financio. Eu escrevo e canto minhas canções. Canto minha vida. Eu não estou tentando ser como ninguém, muito menos tentando satisfazer a expectativa de alguém.

Na realidade é por isso que faço o que eu faço! Porque eu me sinto livre, como ser humano e como Artista. Eu simplesmente expresso o que vem através de mim como um instrumento, e não como um produto de uma receita. Eu só estou sendo eu mesma.

Eu amo o ar que respiro e não existe dinheiro ou oportunidade alguma que compre este sentimento. Mas claro que essa é só minha opinião, e eu tenho direito à mesma! E hoje em dia é tão normal, que às vezes esqueço o quão afortunada eu sou por essa oportunidade de estar em controle de mim.

Enquanto isso, sigo minha jornada e me sinto pronta para enfrentar todas as barreiras que ainda tenho que enfrentarei.

Ame quem você é! Só existe um como você! Renda-se à sua individualidade e faça o melhor do que a vida te presenteia!

Como muito amor e gratidão,

Caro :)